COMO SEGUIR O BLOG?

1º Você precisa ter uma conta no Google, Twitter ou Yahoo.
2º Clique no ícone SEGUIR que fica acima das fotos dos atuais seguidores.
3º Após clicar em SEGUIR, digite o login com e-mail e senha de sua conta no Google, Twitter ou Yahoo.
4º Em COMO SEGUIR, opte por seguir publicamente ou não.
5º Caso não queira publicar sua imagem insira outra, ou ainda, se preferir, não coloque imagem.
6º Sua conta não será visualizada por ninguém, nem mesmo por mim e será solicitada apenas se você quiser se linkar ao blog. Clique em CONCLUIR.
Espero ter ajudado...será um imenso prazer tê-lo (a) como companheiro (a). ABRAÇÃO!


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA


 No ano passado tive o privilégio de auxiliar a professora Rosângela Sampaio em sala de aula. Mais do que metodologias de ensino,  aprendi e apreendi um pouquinho do seu "jeito", da sua  postura ímpar  de mulher e professora, de gente que sabe o que faz e porque faz. A avaliação abaixo foi concebida e aplicada por ela.

Escola Municipal
Maringá,
Aluno (a):

Avaliação de História e geografia do Paraná
1 – Leia atentamente os textos 1 e 2.
2 – Pinte no texto as ideias conforme a legenda abaixo:
(amarelo) como era a vida das crianças imigrantes no Brasil.
(Rosa) onde estudavam as filhas de imigrantes.
(verde) como era o atendimento médico aos imigrantes.
(vermelho) as palavras que registraram as contribuições dos imigrantes à nossa cultura.

3 – O texto 1 trata de que assunto?
4 – Qual a principal informação do texto 2?
5 – O que os textos 1 e 2 têm em comum?
6 – Copie o trecho que mostra quais foram as contribuições culturais trazidas pelos imigrantes.
7 -  Comparando a vida das crianças imigrantes daquela época com a sua vida hoje, marque I para as situações das crianças imigrantes e H para a sua vida hoje:
(   ) ajudavam nas despesas de casa
(   ) trabalhavam com seus pais nas lavouras de café.
(   ) o direito de estudar está garantido.
(   ) as crianças aprendiam em locais criados pelos seus próprios pais.
(   ) as escolas ficavam muito longe das fazendas
(   ) seu dever mais importante é estudar e freqüentar a escola diariamente
(   ) as crianças viviam no Brasil, mas não deixavam de aprender com seus pais os costumes de seu país de origem
(   ) dificilmente eram atendidas por um médico
(   ) depois de passar um período  na escola, a criança tem tempo para descansar e brincar
(   ) se a escola for muito longe, tem o direito à passagem gratuita de ônibus

8 – O Paraná é o estado brasileiro com maior diversidade étnica, o que isso quer dizer?
9 -  Foram alemães, poloneses, ucranianos, japoneses, italianos, holandeses e portugueses que vieram para o Paraná e ajudaram a construir o nosso estado. Qual a forma de trabalho dos imigrantes?
10 -  Escreva frases para essas expressões sobre a imigração:
a) tráfico de escravos:
b) desemprego e guerra:
c) fazendas de café:
Texto 1
Vida nas fazendas
A vida não era fácil nas fazendas . As crianças, filhas dos imigrantes, trabalhavam como gente grande nas plantações de café, para que as famílias pudessem ganhar um pouco mais de dinheiro.
Muitas fazendas não tinham escolas, mas as crianças aprendiam a língua portuguesa com mais facilidade que os adultos. Em algumas, os imigrantes criavam locais onde seus filhos pudessem continuar aprendendo a língua e os costumes do país de origem.
Também não era fácil encontrar médicos, eles atendiam longe das fazendas e  o preço alto das consultas não podia ser pago pelos imigrantes. As sim, era normal os vizinhos se ajudarem.

Texto 2
Uma mistura de costumes
Os imigrantes trouxeram muitas coisas da cultura de seus países para o Brasil. O futebol, por exemplo, foi trazido pelos ingleses. A pizza, a sopa e a palavra “Tchau”, foram trazidas pelos italianos.
Os Japoneses são responsáveis pelo costume de usar chinelos de dedo no nosso país, e os alemães trouxeram a cerveja. Hoje em dia essas coisas fazem parte da cultura brasileira...
(Textos retirados do caderno Folhinha, Folha de São Paulo)

3 comentários:

  1. Oi Iolanda,
    Estou msm bem sumida, mas é só muito trabalho. Eu e a Laurinha (agora com 1 ano e 10 meses) estamos jóia. Graças a Deus.
    Agora... como vou te explicar o que é estralador? aiai... aqui em Minas foi um brinquedo comum quando eu era criança. É uma garrafa plástica, com uma sacolinha de leite presa apenas em uma ponta por uma tachinha ou prego e com uma alça feita de corda de varal. Vc brinca puxando. Quando ele roda faz um barulho estalando. Eu gostava muito de brincar. No blog que eu indiquei tem todos os passos da confecção. Dá uma passadinha lá.
    É muito bom receber seus comentários. Seu blog ficou lindo.
    Um grande abraço,
    Maristela

    ResponderExcluir
  2. Iolanda, seu blog é muito interessante. Fiquei um tempão me deliciando. Estarei te acompanhando pelo Reader.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do blog, parabéns!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Para certificar-se de que o seu comentário foi postado, verifique se a frase: "Seu comentário estará visível depois de ser aprovado" aparece na tela.
Volte sempre!